Governo turco destitui 5 generais e 29 coronéis após tentativa de golpe

Istambul, 16 jul (EFE).- O Ministério do Interior da Turquia destituiu neste sábado cinco generais e 29 coronéis, depois que o governo tenha insistido em que fracassou o golpe militar iniciado na sexta-feira, afirmou a emissora privada "NTV".

Pouco antes, o primeiro-ministro turco Binali Yildirim, tinha nomeado como chefe interino do Estado-Maior o general Ümit Dündar, comandante do 1º corpo do Exército.

Ainda não está claro onde está o comandante chefe das Forças Armadas, general Hulusi Akar, que foi capturado pelos golpistas ontem à noite, mas segundo informações dos veículos de imprensa foi libertado logo depois.

Ao mesmo tempo, o Ministério da Justiça anunciou que já prendeu até o momento 754 militares, entre eles alguns comandantes de unidades.

Embora a rendição de 50 soldados que tinham bloqueado a Ponte do Bósforo parecia significar o fim do golpe, ainda continuam ainda combates esporádicos tanto em Ancara como em Istambul.

Nesta última cidade ainda há registros de tiroteios entre soldados que tentam deixar o quartel de Topkule, na periferia de Istambul, e forças policiais e militares leais ao governo que têm rodeado o edifício, de acordo com informações do jornal "Hürriyet". EFE

iut/phg

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos