"Somos os candidatos da lei e da ordem", diz Trump em anúncio de seu vice

Agustín de Gracia

De Nova York

  • Drew Angerer/Getty Images/AFP

O provável candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste sábado que ele e Mike Pence, governador de Indiana anunciado como seu vice ontem, formam a chapa da "lei e da ordem" nas próximas eleições.

Pence foi apresentado oficialmente neste sábado por Trump em um comício realizado em um hotel de Nova York, um dia após o anúncio do nome do governador como vice-presidente da chapa republicana.

No ato, divulgado como uma entrevista coletiva, mas que só consistiu em discursos dos dois protagonistas, Trump elogiou Pence, seu perfil político, sua administração em Indiana, além de sua "incrível família e caráter pessoal".

"É um homem de honra, de caráter e de honestidade", afirmou Trump em um discurso aparentemente improvisado, usando ocasionalmente algumas anotações sobre números dos sucessos de Pence como governador do Estado de Indiana.

Na última quinta-feira, segundo a imprensa local, Trump ainda estava em dúvida sobre quem seria seu companheiro de chapa. No entanto, Pence deu a entender hoje que recebeu a proposta um dia antes, enquanto ainda se projetava uma disputa com o governador de Nova Jersey, Chris Christie, e o ex-presidente da Câmara dos Representantes, Newt Gingrich.

Com múltiplas digressões para reiterar suas ideias políticas e alfinetar a candidata democrata, Hillary Clinton, Trump teve que se concentrar para voltar ao objetivo do ato: apresentar Pence como seu companheiro de chapa nas eleições presidenciais de novembro.

Em seu discurso de quase 30 minutos, o empresário afirmou que ele e Pence irão "regular um sistema viciado" e fazer com que os EUA sejam "grandes e seguros" mais uma vez.

"Precisamos de uma nova liderança, uma nova forma de pensar, uma nova força, lei e ordem. Se eu for eleito, conseguiremos isso", reiterou Trump, que reiterou algumas de suas propostas aproveitando a presença das emissoras americanas no comício.

O empresário afirmou que Pence foi sua "primeira opção" e que o escolheu porque admira o trabalho "incrível" que fez em Indiana, em temas como a criação de emprego e o equilíbrio das contas públicas.

"Somos os candidatos da lei e da ordem. Vamos ser respeitados de novo", destacou o empresário, ao considerar que os EUA vivem um momento de retrocesso em sua posição geopolítica mundial.

Trump também fez elogios pessoais a Pence. Afirmou que o governador de Indiana é muito parecido com ele e que tem uma "incrível família". O candidato republicano à vice-presidência é casado há mais de 30 anos e tem três filhos.

"É uma pessoa sólida, muito sólida. Admiro o fato de que lutou em favor das pessoas e vai lutar pelos senhores também", afirmou Trump.

Pence, em discurso de dez minutos, se descreveu como uma pessoa cristã e conservadora. Além disso, afirmou que recebeu a escolha para a chapa com "humildade", porque se considera um "rapaz normal" de uma pequena cidade americana.

Assim como Trump, o governador de Indiana defendeu a necessidade de o país recuperar seu protagonismo no mundo. "Os EUA precisam ser fortes para que todo o mundo tenha certeza disso", ressaltou.

E aproveitou para devolver os elogios feitos pelo companheiro, chamando Trump de "construtor, lutador e patriota", que "entende as frustrações e esperanças das pessoas" como Ronald Reagan, ex-presidente republicano (1981-1989), as entendia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos