Polícia da França prende 7º suspeito de envolvimento com ataque em Nice

Paris, 17 jul (EFE).- A polícia da França prendeu neste domingo um novo suspeito de estar envolvido com o atentado da última quinta-feira em Nice, que matou 84 pessoas, elevando para sete o número total de detidos devido ao ataque.

Fontes judiciais citadas pela imprensa local que esse último preso é um homem de 37 anos, próximo ao autor do ataque, o tunisiano Mohammed Bouhlel, que usou um caminhão para atropelar as pessoas que tinham se reunido ao longo do Passeio dos Ingleses, em Nice, para assistir aos fogos de artifício em homenagem ao Dia da Bastilha.

Mais cedo, pela manhã, foi preso um casal de albaneses que é suspeito de ter fornecido a pistola calibre 7.65 utilizada por Bouhlel para atirar contra os policiais que tentaram detê-lo.

No entanto, os dados obtidos pelos investigadores apontaram que os albaneses não entregaram a arma diretamente ao tunisiano. Houve um intermediário, que também já está detido.

Esse homem é quem também recebeu uma mensagem em seu celular de Boulhel 15 minutos antes do ataque. No SMS, o tunisiano pedia que ele trouxesse mais armas, um elemento que reforça a ideia de que o autor teve cúmplices, pelo menos para a logística da ação.

Tanto a pistola como o telefone do qual a mensagem foi enviada estava na cabine do caminhão usado por Bouhlel.

Na manhã de hoje, os policiais libertaram, sem acusações, a ex-mulher do terrorista, que estava há dois anos separada dele após tê-lo denunciado por comportamento violento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos