Primeiro-ministro afirma que tentativa de golpe na Turquia terminou "100%"

Em Ancara

  • IHLAS/ Reuters

    15.jul.2016 - Homem deita em frente de um tanque do Exército turco no aeroporto de Ataturk, em Istambul

    15.jul.2016 - Homem deita em frente de um tanque do Exército turco no aeroporto de Ataturk, em Istambul

O primeiro-ministro turco e líder do partido islamita AKP, Benali Yildirim, afirmou neste domingo (18) em uma declaração televisionada que a tentativa golpista de sexta-feira (15) "fracassou " e "terminou 100%".

O líder destacou que tudo terminou e que o país pode voltar à normalidade, embora tenha pedido às pessoas, assim como fez o presidente Recep Tayyip Erdogan, que se mantenham nas praças públicas durante as noites.

"Em 81 províncias devemos manter a vigilância por nossa democracia. Vida normal durante o dia e vigiar a democracia e festa democrática pela noite. Isto seguirá assim durante tempo", manifestou Yildirim.

"O golpe foi prevenido 100%. A vida comercial e social voltou à normalidade. O sistema bancário funciona com normalidade, o Banco Central, todas as instituições financeiras funcionam sem restrições", garantiu Yildirim.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos