Atentado em Nice deixa 4 cazaques mortos, diz governo

Astana, 18 jul (EFE).- Ao todo, três membros de uma mesma família (avó, filha e neta de 3 anos), estão entre os quatro cidadãos do Cazaquistão que morreram no atentado de Nice, confirmou nesta segunda-feira o ministro das Relações Exteriores cazaque, Erlan Idrissov.

"Lamentamos informar que as cidadãs do Cazaquistão Lubov Panchenko (1956), Marina Panchenko (1983) e Sylvia Panchenko (2013), da cidade de Pavlodar, e Natalia Otto (1959), foram vítimas do ataque terrorista em Nice. Expressamos nossas condolências a seus parentes e amigos," disse o ministro.

A família Panchenko passeava na Promenade des Anglais (Passeio dos Ingleses) quando aconteceu o ataque. Segundo o ministro, o pai da família, o executivo Leonid Panchenko, estava na cidade de Pavlodar no momento do atentado.

O Ministério das Relações Exteriores se comprometeu a prestar toda a assistência necessária aos familiares das vítimas.

Está previsto que ao meio-dia de hoje os cidadãos cazaques se reúnam na frente da embaixada francesa para homenagear às vítimas de Nice com um minuto de silêncio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos