Colômbia e Venezuela vão trabalhar para reabertura definitiva da fronteira

Bogotá, 18 jul (EFE).- Colômbia e Venezuela acordaram nesta segunda-feira que não farão mais passagens provisórias mas que vão trabalhar na reabertura definitiva da fronteira comum entre os países, que permanece fechada há quase um ano por decisão do presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

"Vamos trabalhar para que a abertura, a próxima, seja definitiva. Ou seja, no próximo fim de semana não haverá passagem como houve neste fim de semana e no anterior, mas vamos trabalhar para poder ter uma fronteira que rapidamente possamos abrir", disse a ministra das Relações Exteriores da Colômbia, María Ángela Holguín, através de um comunicado.

Maduro ordenou no dia 19 de agosto do ano passado o fechamento da principal passagem da fronteira entre Colômbia e Venezuela, como parte de sua estratégia para combater o paramilitarismo e o contrabando na região.

Neste fim de semana quase 130 mil venezuelanos atravessaram para a Colômbia por quatro pontos de passagens abertos temporariamente para que pudessem comprar alimentos, artigos de necessidade básica e remédios.

No dia 10 de julho, outros 35 mil venezuelanos entraram ao país com o mesmo fim.

María Ángela Holguín esteve hoje em Cúcuta, capital do departamento do Norte de Santander, fronteira com a Venezuela, onde se reuniu com autoridades locais.

Além disso, a ministra colombiana esteve reunida com o governador do estado venezuelano de Táchira, José Vielma Mora, com quem concordou em olhar para a abertura da fronteira, mas sob alguns acordos de segurança e controle.

A chanceler elogiou a gestão do governador do Norte de Santander, William Villamizar, e das autoridades de Cúcuta que prestaram assistência aos milhares de venezuelanos que atravessaram a ponte internacional Simón Bolívar, que une Cúcuta e San Antonio.

Ela insistiu que estão "trabalhando por uma fronteira segura, legal e eficaz, mas que fique aberta de maneira permanente".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos