Joe Biden condena da Austrália o tiroteio de Baton Rouge

Sydney (Austrália), 18 jul (EFE).- O vice-presidente dos estados Unidos, Joe Biden, condenou nesta segunda-feira na cidade australiana de Melbourne o tiroteio de Baton Rouge (Luisiana), no qual um ex-marine matou três policiais e deixou outros três feridos.

"É um ato desprezível e é um ataque a nossa forma de vida", disse Biden, ao explicar que se desconhecem os detalhes de "como ocorreu e os motivos que há por trás", segundo a agência de notícias "AAP".

O agressor, identificado como Gavin Eugene Long e abatido na troca de tiros com a Polícia, completava 29 anos no dia do ataque, que é similar ao ocorrido este mês em Dallas (Texas) quando outro ex-militar afro-americano matou cinco agentes.

Biden visitou hoje uma unidade da Boeing que fabrica partes das asas dos aviões Dreamliner 787 na cidade de Melbourne, onde na véspera inaugurou um novo centro de luta contra o câncer e presenciou uma partido de rúgbi australiano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos