Turquia afirma que tentativa de golpe não afetará economia nacional

Ancara, 18 jul (EFE).- O vice-primeiro-ministro turco, Mehmet Simsek, garantiu nesta segunda-feira que "o Golpe de Estado terá impacto limitado na economia turca" e que o país "será um dos que mais crescerá em 2016 dentro dos países da OCDE".

"Não há motivos para pânico", disse Simsek, segundo a agência turca "Anadolu".

Ele qualificou a tentativa de golpe de Estado que aconteceu na sexta-feira como um "pesadelo" que já foi "deixado para trás".

No primeiro trimestre de 2016, o PIB turco aumentou 4,8% com relação ao mesmo período do ano anterior, fazendo da Turquia um dos países com maior crescimento econômico na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos (OCDE).

No cante às reformas econômicas, Simsek disse que seu país continuará com elas e que os fundamentos macroeconômicos da Turquia serão mantidos.

O Banco Central informou ontem que cortaria a comissão sobre os bancos da Turquia em até 0% e que proporcionará liquidez ilimitada para manter os mercados financeiros após os fatos da sexta. A lira turca, que na sexta-feira à noite caiu a um mínimo histórico enquanto se acontecia a tentativa golpista, chegando a atingir US$ 0,3227, alcançou hoje picos de US$ 0,3412.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos