Turquia suspende 7.850 policiais por suposta relação com golpe fracassado

Em Ancara

  • Murad Sezer/Reuters

    Policiais turcos formam um cordão para proteger soldado ferido; militar fez parte do grupo que tentou promover um golpe de Estado no país

    Policiais turcos formam um cordão para proteger soldado ferido; militar fez parte do grupo que tentou promover um golpe de Estado no país

O Comando Geral de Segurança da Turquia anunciou hoje que suspendeu a 7.850 agentes por sua suposta relação com o fracassado tentativa golpe militar da sexta-feira passada, informou o jornal "Hürriyet" em sua versão eletrônica.

"O Comando iniciou uma operação ontem à noite. Em toda a Turquia foram suspensos 7.850 policiais, entre eles oficiais", afirmou o jornal.

A lista dos agentes suspensos foi enviada às províncias e os policiais afetados já foram chamados às direções de segurança provinciais, onde tiveram que entregar suas armas e suas identificações.

A operação acontece por ocasião das investigações, detenções e suspensões de possíveis golpistas no Exército, no judiciário e na Polícia.

Mais de 6.000 pessoas foram detidas até o momento, mais de 2.700 juízes foram afastados, uma centena de juízes e promotores detidos, ao que se une agora esta onda de suspensões de agentes da Polícia turca.

O golpe fracassado da sexta-feira passada custou a vida de cerca de 290 pessoas, entre deles pelo menos 190 opositores do golpe (civis, militares e policiais) assim como uma centena de golpistas. EFE

 

Turquia prende milhares de pessoas após tentativa de golpe

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos