Autor de ataque na Alemanha afirma em vídeo ser "soldado" do EI

Cairo, 19 jul (EFE).- O suposto autor do ataque armado na noite de ontem em um trem da Alemanha afirmou que é "um dos soldados do califado", em um vídeo gravado antes do ataque e divulgado pela agência "Amaq", vinculada ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

No vídeo, cuja autenticidade ainda não foi comprovada, o jovem é identificado como Muhammad Riyad, e aparece perante a tela segurando uma faca e dizendo que vai "matar as pessoas cortar os pescoços com machados".

"Eu vivi entre vocês, entre suas casas, e planejei (o ataque) em seus próprios territórios. Vou degolar vocês em casa e nas ruas", garantiu o jovem.

Segundo o governo alemão, o autor da ação era um solicitante afegão de refugio de 17 anos, que atacou os passageiros que estavam no vagão com um machado e uma faca e feriu várias pessoas, dois delas muito gravemente.

No vídeo, o rapaz se dirige à "umma" ou comunidade de fiéis muçulmanos: "acordem, já se estabeleceu o califado. Vocês precisam jurar lealdade a Abu Bakr al-Baghdadi e emigrar a Khorasan (território que compreende Paquistão e Afeganistão) e às outras "wilayas" (províncias onde o EI se organiza).

"Se não puderem migrar a Al-Sham (Levante), lutem contra os exércitos apóstatas em seus territórios", acrescentou, em referência aos combatentes em outros países do mundo.

Na fuga, o adolescente foi abatido, no estado federado da Baviera (sul da Alemanha), e várias testemunhas disseram que antes de agir ele teria gritado "Allahu Akbar" (Alá é grande").

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos