ONU critica suspensão em massa de juízes após fracassado golpe na Turquia

Genebra, 19 jul (EFE).- A ONU criticou nesta terça-feira a suspensão em massa de juízes e promotores realizada pelo governo da Turquia após a frustrada tentativa de golpe de Estado e sustentou que "cada caso deve ser examinado antes de maneira independente e individual".

"Uma suspensão em massa - como a que ocorreu em questão de 48 horas, com a remoção de pelo menos 2.745 juízes e promotores - não permite uma avaliação individual", declarou o alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad Al Hussein.

Ele também pediu que as autoridades turcas não permitam a violação dos direitos humanos "em nome da segurança e na pressa de castigar aqueles que acreditam ser os responsáveis".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos