Revista liberal chinesa fecha após mudanças políticas em sua direção

Pequim, 19 jul (EFE).- A revista "Yanhuang Chunqiu", associada à ala liberal do Partido Comunista da China, fechou depois que o governo central determinou demissões e mudanças em sua direção, informou nesta terça-feira o jornal de Hong Kong "South China Morning Post".

De acordo com uma notificação do recém demitido editor desta publicação, Du Daozheng, a revista deixará de ser publicada por causa das demissões e mudanças na direção, que refletem "menor tolerância no poder estabelecido para com os reformistas e liberais".

As mudanças na direção foram impostas pelo Ministério da Cultura, através de seu braço na Academia Nacional de Artes da China, encarregada de supervisionar esta publicação mensal que tinha uma circulação de 200.000 exemplares por mês e da qual Du foi despedido por "ser muito velho".

A linha editorial da "Yanhuang Chunqiu" se destacava por seu apoio à democracia constitucional e seus artigos revisionistas com a história oficial do Partido Comunista, em épocas turvas como a Revolução Cultural e as crises de fome do Grande Salto Adiante.

"Qualquer um que edite alguma publicação com o título 'Yanhuang Chunqiu' não terá nada a ver (com o antigo comitê editorial)", afirma a notificação de Du, recolhida pelo jornal de Hong Kong.

A revista foi fundada em 1991 por veteranos do Partido Comunista de tendência reformista, com o apoio de vários altos cargos e funcionários do regime já aposentados.

A figura mais importante era exatamente Du, de 93 anos, que foi chefe da Administração Geral de Imprensa e Publicação, o órgão de censura do governo chinês.

Em seu comunicado, Du destaca que a revista "representava as reformas dentro do Partido e os liberais dentro do poder estabelecido" e que uma de suas posições mais arraigadas era "urgir ao Partido que avance nas reformas políticas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos