Reino Unido renuncia presidência do Conselho Europeu em 2017

Londres, 20 jul (EFE).- O Reino Unido decidiu renunciar à presidência rotativa do Conselho Europeu do próximo ano, após a vitória a favor da saída britânica da União Europeia (UE) no referendo de junho, informou nesta quarta-feira a residência de Downing Street.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, informou ao presidente do conselho, Donald Tusk, sobre sua decisão em uma conversa telefônica que ambos mantiveram ontem, acrescentou a fonte.

A "premier" conservadora assumiu o poder há uma semana após a renúncia de David Cameron por causa do voto favorável ao "Brexit" - saída da UE - no dia 23 de junho.

O Reino Unido tinha que assumir a presidência semestral rotatória do conselho na segunda metade de 2017, mas Theresa May optou pela renúncia já que a maioria dos britânicos decidiu deixar a UE.

A primeira-ministra disse para Tusk que deixar a presidência em 2017 era a medida "correta" já que seu país estará concentrado nas negociações para a retirada.

Theresa May, de acordo com a fonte, chegou à conclusão que era melhor dar tempo para que outro país da UE pudesse se preparar para assumir a presidência na segunda metade de 2017.

A primeira-ministra não indicou quando invocará o artigo 50 do Tratado de Lisboa, que estabelece um período de negociação de dois anos sobre os termos da retirada de um país membro.

Ao assumir o cargo, Theresa May deixou claro que o Reino Unido cumprirá a decisão do povo britânico de sair da UE.

A primeira-ministra estará hoje na Alemanha para uma reunião com a chanceler Angela Merkel, em sua primeira viagem ao exterior desde que assumiu o cargo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos