Duzentos civis escapam da cidade síria de Manbech, controlada pelo EI

Beirute, 22 jul (EFE).- Cerca de 200 civis, a maioria crianças, mulheres e idosos, fugiram nesta sexta-feira da cidade síria de Manbech, controlada pelo Estado Islâmico (EI) e onde as Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada curdo-árabe, lançaram uma ofensiva para tirar seu domínio dos jihadistas.

O porta-voz do rebelde Conselho Militar de Manbech e sua periferia, Shervan Derwish, cuja organização luta junto com as FSD, explicou à Agência Efe por telefone que os civis fugiram dos bairros do sul da cidade.

"Após os combates de ontem, nossas forças tomaram vários pontos nessa região e pudemos garantir a saída de cerca de 200 civis", afirmou.

Derwish informou que os deslocados já estão fora da cidade e que foram reassentados em povoados controlados pelas FSD na província de Aleppo, onde fica Manbech.

O Conselho Militar de Manbech e sua periferia deu ontem um ultimato de 48 horas ao EI para que deponha suas armas e se retire do povoado.

Segundo os pontos de seu comunicado, o conselho aceitará "a saída de seguidores do 'Daesh' (acrônimo em árabe de Estado Islâmico), cercados dentro da cidade, com suas armas individuais, a um ponto selecionado" em um prazo de 48 horas.

Derwish afirmou que, por enquanto, não receberam nenhuma resposta a respeito por parte dos radicais.

Manbech é uma das duas fortificações principais do EI em Aleppo, junto com a cidade de Al Bab, a cerca de 20 quilômetros, e é desde o dia 31 de maio passado alvo de uma ofensiva das FSD, apoiadas pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos