Polícia crê que tiroteio em Munique foi cometido por um atirador que se matou

Berlim, 23 jul (EFE).- A polícia de Munique considera que o tiroteio desta sexta-feira em um centro comercial da cidade alemã foi cometido por um só criminoso e que este se suicidou, informaram fontes de segurança locais no Twitter.

O total de mortes subiu para dez, incluindo a do suposto atirador, depois da morte de um dos feridos, segundo a imprensa alemã. Além disso, a polícia de Munique informou que retirou o estado de alerta na cidade desde o tiroteio, restabelecendo também o funcionamento do transporte público.

Até então, as forças de segurança estavam procurando três supostos atiradores, se baseando nas declarações de testemunhas.

Após o tiroteio, Munique tinha ativado o alerta antiterrorista. Foram enviados à cidade soldados de todas as forças de segurança disponíveis, com apoio de agentes deslocados de outros estados federados do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos