Trump assegura que pedirá aos membros da Otan que "paguem sua parte"

Washington, 21 jul (EFE).- O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, garantiu nesta quinta-feira em seu discurso de aceitação que pedirá aos parceiros da Otan que "paguem sua parte" se chegar à Casa Branca.

"Recentemente disse que a Otan estava obsoleta, porque não cobria de maneira apropriada o terrorismo e porque muitos dos países-membros não pagam a parte justa. Como sempre, os Estados Unidos estavam arcando com os custos", comentou.

"Voltaremos a reconstruir nossas forças armadas, e aos países que protegemos, a um custo massivo para nós, pediremos que paguem sua parte justa", assegurou Trump sobre a defesa coletiva da Aliança Atlântica.

Além disso, Trump disse que, após denunciar que a Otan estava obsoleta para fazer frente a ameaças modernas, como o terrorismo jihadista, a Organização do Tratado do Atlântico Norte anunciou um programa como o que ele propôs e isso é "um passo na direção correta".

Em uma entrevista ao jornal "The New York Times" ontem, Trump disse que a defesa coletiva da Otan só deveria ser ativada se os países atacados pagarem sua contribuição à Aliança, algo que foi criticado pelos próprios republicanos por questionar os pilares do sistema de segurança transatlântico.

No discurso de hoje, Trump também declarou que "devemos trabalhar com todos o aliados que compartilham nosso objetivo de destruir o Estado Islâmico. Vamos ganhar e vamos ganhar rápido", destacou.

"Isso inclui trabalhar com nosso maior aliado na região, o Estado de Israel", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos