ONU critica "desprezível" atentado cometido em Cabul

Nações Unidas, 23 jul (EFE).- O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou o "desprezível" atentado ocorrido neste sábado em Cabul, que deixou pelo menos 80 mortos.

O ataque suicida, reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), teve como objetivo uma manifestação pacífica da minoria étnica hazara, que protestava contra um projeto de energia do governo de forma pacífica.

O atentado contou com a participação de três agressores, segundo as autoridades afegãs. Um deles detonou os explosivos que carregava junto ao corpo, o segundo falhou na tentativa e o terceiro foi morto por tiros das forças de segurança.

"Este desprezível crime teve como alvo cidadãos que pacificamente exerciam seus direitos humanos fundamentais", afirmou Ban por meio de seu porta-voz em declaração distribuída pelo escritório de imprensa.

O diplomata sul-coreano enviou condolências às famílias das vítimas, expressou solidariedade com o povo do Afeganistão e pediu que "os responsáveis por este ataque sejam levados à Justiça".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos