Ministros pedem revisão de leis sobre controle de armas na Alemanha

Berlim, 24 jul (EFE).- O ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, e o vice-chanceler e ministro da Economia, Sigmar Gabriel, pediram a revisão das leis sobre o controle de armas no país, após o massacre de nove pessoas realizado em Munique por um jovem germânico-iraniano com uma pistola que possuía ilegalmente.

Em declarações publicadas hoje pelo dominical "Bild am Sonntag", De Maizière reitera que um dos pontos-chave das investigações é reconstituir o caminho da pistola antes de chegar às mãos do jovem identificado como David S., de 18 anos.

"Uma vez que este ponto estiver esclarecido, temos que examinar se é necessário fazer reformas legais para melhorar o controle de armas", segundo De Maizière.

"Temos que continuar fazendo tudo o que estiver a nosso alcance para limitar o acesso a armas letais", disse Gabriel em declarações aos jornais do grupo Funke.

Gabriel disse que a sociedade e o estado têm que ter os olhos abertos perante pessoas com instabilidade psíquica, especialmente os jovens, e em caso necessário tomar medidas para evitar situações extremas.

De Maizière opinou que seria preciso examinar os planos de ação da Polícia para reagir diante de casos similares, apesar de a Polícia de Munique ter recebido elogios de parte do governo federal. EFE

rz/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos