Ataque da guerrilha curda no sudeste da Turquia mata três policiais

Istambul, 25 jul (EFE).- Três policiais morreram nesta segunda-feira em um ataque do proscrito Partido de Trabalhadores de Curdistão (PKK), a guerrilha curda, na província de Mardin, no sudeste da Turquia, informa a agência "Anadolu".

Um explosivo caseiro colocado na estrada de Viransehir, a 50 quilômetros da cidade de Mardin, explodiu durante a passagem de um veículo blindado policial que transportava vários agentes ao local de trabalho, detalha a citada agência.

Três policiais morreram por causa da explosão.

O ataque corresponde às táticas frequentes do PKK, que costuma detonar explosivos, frequentemente mediante comando à distância, durante a passagem de comboios militares ou policiais nas estradas das províncias do sudeste do país.

As autoridades desdobraram uma operação na região, palco frequente de combates com a guerrilha, para topar com os responsáveis.

Desde que guerrilha e governo romperam seu cessar-fogo em julho do ano passado, várias centenas de agentes de segurança e provavelmente milhares de guerrilheiros morreram no conflito, mas também centenas de civis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos