EI assume autoria de atentado suicida no Iraque

Bagdá, 25 jul (EFE).- O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu o ataque com carro-bomba feito nesta manhã na cidade de Al Khalis, na província de Diyala, e que causou pelo menos 12 mortes e 25 feridos.

Uma fonte da Polícia informou à Agência Efe que o veículo explodiu em uma avenida comercial, a cerca de 50 metros de um posto de controle no acesso à cidade, situada 80 quilômetros ao nordeste da capital iraquiana.

Em comunicado divulgado através das redes sociais, o EI garantiu que o ataque teve como alvo um posto de controle conjunto da Polícia e do Exército. O braço do EI na província de Diyala, denominado "Wilayat Dilaya", se responsabilizou pelo atentado realizado pelo "mártir" Abu Rashid, segundo a breve nota.

Os jihadistas assinalaram que pelo menos 40 policiais e militares morreram ou ficaram feridos na explosão. Por sua vez, a fonte policial disse à Efe que, no momento do ataque, havia uma grande movimentação de civis, já que era o início da atividade comercial na região.

Além disso, pelo menos 13 carros foram carbonizados como consequência da explosão.

Ontem, o EI assumiu a autoria de outro ataque suicida na área de Al-Kazemiya, de maioria xiita e situada no norte de Bagdá, que provocou pelo menos 21 mortes e 35 feridos. No último dia 3, o EI cometeu o ataque mais sangrento dos últimos anos no Iraque e causou a morte de 292 pessoas no bairro de maioria xiita de Karrada, no centro de Bagdá.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos