Carmelo Anthony volta a debater tragédias raciais nos EUA

Redação Central, 26 jul (EFE).- O ala Carmelo Anthony aproveitou nesta terça-feira a presença em Los Angeles da equipe olímpica dos Estados Unidos, do qual faz parte, para voltar a falar das tragédias raciais recentes ocorridas durante este mês no país.

O atleta do New York Knicks, junto com jogadoras da seleção feminina, funcionários do Departamento de Polícia de Los Angeles, líderes comunitários e jovens realizaram um fórum no Challengers Boys & Girls Club, na cidade californiana.

Anthony disse acreditar que a reunião cumpriu o objetivo de que todos os participantes falassem com clareza sobre como veem o grave problema das relações entre a comunidade afro-americana e os policiais ao longo do território nacional.

"Está claro que a desconfiança e a crise que existem nas atuais relações tensas dentro da comunidade não serão resolvidas da noite para o dia. Também está claro é que será uma missão coletiva, que levará tempo, mas que é necessário que se discuta e exista debate permanente e diálogo com todo mundo", declarou 'Melo' após o encontro.

Antes do fórum de trabalho presidido por Anthony, o ídolo Michael Jordan escreveu uma carta dizendo que não pode mais permanecer em silêncio sobre o tiroteio contra os afro-americanos nem sobre a morte de policiais.

Jordan também se comprometeu a dar uma contribuição de US$ 2 milhões, repartidos entre duas organizações que trabalham para fomentar a confiança entre a polícia e as comunidades nas quais trabalham.

A ação de Jordan foi elogiada pelo ala dos Knicks, que considerou que a atitude foi tomada no momento perfeito na tentativa de obter soluções para o conflito. "É um afro-americano muito poderoso, que foi além da doação econômica, o que é muito importante, mas também deu seu compromisso claro e contundente para acabar com a violência", destacou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos