Hillary torna-se 1ª mulher candidata à presidência dos EUA por grande partido

Filadélfia (EUA), 26 jul (EFE).- A ex-secretária de Estado e ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Hillary Clinton, tornou-se nesta terça-feira a primeira mulher a ser nomeada candidata à presidência do país por um de seus dois maiores partidos - neste caso, o Democrata.

Na convenção do partido, realizada no ginásio Wells Fargo Center, na Filadélfia, Hillary foi eleita por aclamação a pedido de seu rival nas primárias, o senador Bernie Sanders.

Os delegados democratas de todo o país já a haviam eleito formalmente como candidata quando Hillary superou os 2.383 votos necessários com os apresentados por Dakota do Sul.

No final da votação, Hillary obteve o apoio de 2.842 delegados, enquanto Sanders recebeu o apoio de 1.865 e houve 56 abstenções.

O estado de Sanders, Vermont, pediu para ser o último a votar e, quando chegou a vez, senador cedeu todos os delegados que apoiavam sua candidatura na Convenção Democrata e pediu uma votação unânime em favor da ex-secretária de Estado.

Dessa forma, Hillary foi eleita por aclamação, entre aplausos e gritos dos presentes no ginásio, graças ao fato de que Sanders imitou hoje o elegante gesto que a ex-primeira-dama teve em 2008 com o então senador Barack Obama na Convenção Democrata em Denver (Colorado).

Na ocasião, alguns delegados votaram em Hillary, a perdedora das primárias, mas ela, como parte da delegação de Nova York, pediu que a votação fosse interrompida para que Obama fosse proclamado candidato presidencial de maneira unânime.

Sanders e sua mulher, Jane, presenciaram ao vivo a votação da convenção, enquanto Hillary a acompanhou de sua casa em Nova York, de acordo com a direção de sua campanha.

A senadora Barbara Mikulski, a mais veterana da câmara alta com quase 30 anos no cargo, foi a encarregada de apresentar oficialmente a candidatura presidencial de Hillary em nome de "todas as mulheres" que, como elas duas, "quebraram barreiras".

Também falou em favor de Hillary o congressista negro John Lewis, que destacou que os democratas são "o partido do futuro", porque já nomearam Obama, o primeiro afro-americano a chegar à Casa Branca, e agora transformaram a ex-secretária de Estado na primeira mulher candidata da história por um dos grandes partidos dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos