ONU pretende retomar no final de agosto negociações para paz na Síria

Genebra, 26 jul (EFE).- As Nações Unidas têm a intenção de retomar as negociações sobre o conflito sírio no final de agosto, segundo anunciou nesta terça-feira o mediador da ONU para a Síria, Staffan de Mistura.

"Nosso objetivo, nossa intenção, é retomar as negociações no final de agosto. Isto é um fato. Mas para que (o diálogo) dê frutos, é preciso concretizar ainda muitos aspectos que têm que ser resolvidos pelos Estados Unidos e Rússia", afirmou o mediador.

De Mistura compareceu perante a imprensa depois de se reunir hoje com o enviado especial dos Estados Unidos para a Síria, Michael Ratney, e com o vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Gennady Gatilov, representantes dos dois países que co-presidem o Grupo Internacional de Apoio à Síria (ISSG), que organizou o encontro.

"Honestamente, hoje avançamos aqui em Genebra, mas necessitamos que sejam concretizados mais detalhes nos próximos dias do lado americano e russo", acrescentou de Mistura.

O enviado especial indicou que técnicos russos e americanos se reunirão nos próximos dias para concretizar os passos delineados pelas chancelarias de seus países em uma reunião de Moscou na semana passada.

Enquanto isso, explicou, a ONU seguirá trabalhando para redigir propostas que tentem resolver "os temas mais difíceis ligados ao diálogo".

O encontro em Genebra aconteceu no mesmo dia -"e não por acidente, ressaltou de Mistura - que o chefe da diplomacia americana, John Kerry, e seu colega russo, Sergei Lavrov, se reuniram no Laos, fora da cúpula de ministros das Relações Exteriores da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean).

Ao término de dito encontro, Kerry também disse à imprensa que os próximos dias serão fundamentais, e que no começo de agosto -a próxima semana- talvez poderia ser anunciada uma iniciativa conjunta de Moscou e Washington.

O pacto entre as duas potências, do qual Kerry não antecipou detalhes, ainda está em fase de "negociações técnicas" e tem por objetivo chegar a um acordo que permita pôr fim ao conflito na Síria.

Kerry garantiu que na reunião de hoje ocorreram "progressos", mas não os especificou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos