Operação policial em Daca termina com 9 supostos jihadistas mortos

Nova Délhi, 26 jul (EFE).- Pelo menos nove supostos jihadistas morreram nesta terça-feira e um foi detido durante a realização de uma operação policial, onde teve um tiroteio entre os insurgentes e as forças de segurança, em Daca, capital de Bangladesh.

A operação do Batalhão de Ação Rápida (RAB, sigla em inglês), uma unidade de elite da Polícia, em parceria com as forças de segurança de Bangladesh, aconteceu durante a madrugada em um edifício residencial na área de Kalyanpur.

"Neutralizamos nove insurgentes durante a operação", afirmou o delegado adjunto da Polícia Metropolitana de Daca, Sheikh Marouf Hassan, segundo publicação do jornal local "The Daily Star".

O tiroteio entre as forças de segurança e os supostos jihadistas aconteceu durante uma hora e no seu final a polícia encontrou armas e material explosivo em um apartamento.

O insurgente detido disse pertencer ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI), embora o inspetor geral da polícia, Shahidul Haque, os identificou como possíveis membros da organização extremista local Jamaatul Mujahideen Bangladesh (JMB).

A polícia afirmou que o perfil dos terroristas capturados hoje coincide com o dos atacantes do restaurante em Daca no início do mês onde 28 pessoas, em sua maioria estrangeiros, morreram, e dias depois contra um posto policial em Sholakia (centro), que deixou mais quatro mortos.

Esses ataques aconteceram no meio a de assassinatos islâmicos que varrem o país desde 2013 e que se intensificaram no ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos