Paciente mata médico a tiros em hospital de Berlim

Berlim, 26 jul (EFE).- Um médico do hospital universitário Benjamin Franklin de Berlim morreu nesta terça-feira após ser baleado por um antigo paciente, que posteriormente se suicidou, informou a polícia local.

O médico, após ser atingido pelos disparos, foi atendido no mesmo hospital, mas não foi possível salvá-lo.

A polícia garantiu que, após a morte do agressor, a situação está sob controle.

"Não temos indícios de que haja outros feridos ou que haja outros agressores", disse a polícia através de Twitter.

Assim mesmo, a polícia disse que é preciso esperar informações oficiais e não fomentar rumores.

"O ocorrido nos últimos dias mostra a importância de não alimentar rumores", disse a Polícia em um tweet.

Atualmente, a polícia procura esclarecer as circunstâncias em que ocorreu o crime e o cenário do mesmo.

Até agora não há indícios de que tenha se tratado de uma tentativa de fazer reféns ou que tenha uma motivação política ou terrorista.

O hospital Benjamin Franklin está situado no sudoeste de Berlim e possui 900 leitos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos