Papa expressa "dor" e "horror" por ataque em igreja na França

Cidade do Vaticano, 26 jul (EFE).- O papa Francisco expressou "dor" e "horror" pela "violência absurda" que representa o ataque feito na missa das 10h (horário local) na Igreja de Saint-Étienne-du-Rouvray, na França, que terminou com a morte do padre e deixou outra pessoa gravemente ferida, de acordo com o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi.

"O papa está informado e partilha da dor e do horror por esta violência absurda, condenando radicalmente toda forma de ódio. O episódio abala ainda mais por ter ocorrido em uma igreja, local sagrado onde se anuncia o amor de Deus, onde foi barbaramente morto um sacerdote e envolvidos alguns fiéis", afirmou Lombardi aos jornalistas.0

Ainda conforme o porta-voz, o Vaticano está acompanhando de perto as informações que chegam de lá.

Segundo a "News. VA", a agência oficial da Igreja, a ação foi comandada por dois sequestradores, que foram mortos pela Polícia. O presidente da França, François Hollande, e o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, estão a caminho do local. A motivação do crime ainda é desconhecida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos