Pessoa próxima a homens que atacaram igreja na França é detida

Paris, 28 jul (EFE).- A polícia francesa deteve nesta quinta-feira uma quinta pessoa relacionada com o ataque terrorista a uma igreja na Normandia, um francês de 20 anos fichado por radicalização que no mês passado viajou para a Turquia com um dos dois autores do atentado para tentar se alistar na Síria em grupos jihadistas.

Fontes judiciais confirmaram à Agência Efe a detenção desse homem, que estava fichado pelos serviços secretos porque tinha estado na Turquia em junho tentando atravessar a fronteira síria junto a Abel Malik Petitjean quando foram descobertos pelas autoridades de Ancara.

Petitjean foi morto pela polícia na terça-feira após ter assassinado, junto a Adel Kermiche, um padre de 86 anos que estava oficiando uma missa na paróquia de Saint-Étienne-du-Rouvray, nos arredores da cidade Roeun, e de ferir gravemente um dos fiéis -também octogenário- que assistia à missa.

O homem está sendo interrogado para determinar quais eram seus vínculos com Petitjean e se sabia dos planos do ataque à igreja.

Segundo os meios de comunicação franceses, os agentes detiveram outras três pessoas do entorno de Petitjean e expropriaram material informático na casa do jovem, que penetrou nesse templo armado com facas e com falsos artefatos explosivos.

Em relação com os fatos de Saint-Étienne-du-Rouvray também está sendo interrogado sob detenção um argelino de 16 anos cujo irmão é alvo de uma ordem de busca e captura por ter ido em março de 2015 à zona sob controle do Estado Islâmico na Síria e Iraque com os papéis de identidade de Adel Kermiche, o segundo autor desse atentado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos