Rússia anuncia início de operação militar humanitária em Aleppo

Moscou, 28 jul (EFE).- A Rússia anunciou nesta quinta-feira o início de uma "grande operação humanitária" na cidade de Aleppo, na Síria, que envolve o uso das forças armadas russas para a abertura de quatro corredores seguros para permitir que a população e os guerrilheiros da oposição moderada possam deixar a região.

"De acordo com as ordens do presidente da Rússia (Vladimir Putin), hoje terá início uma grande operação humanitária conjunta com o governo sírio para ajudar a população civil da cidade de Aleppo", comunicou à imprensa local o ministro de Defesa russo, Sergei Shoigu.

A operação, como fica claro nas palavras do ministro, inclui uma ação militar contra milícias do grupo jihadista Frente al Nusra, apesar de suas posições nos arredores de Aleppo são compartilhadas pelo moderado Exército Livre Sírio, apoiado pelos Estados Unidos.

Por esse corredor poderão sair de Aleppo as unidades da oposição moderada aliada dos EUA que queiram se separar dos grupos jihadistas sem abandonar a luta armada.

O ministro da Defesa também ordenou a abertura de três corredores para a população civil "refém dos terroristas" em Aleppo e para os "guerrilheiros que queiram entregar suas armas ao Centro de coordenação russo para a pacificação das partes em conflito".

Ao longo desses corredores, que serão desocupados por conta de operações militares contra as milícias ali presentes, terá "pontos de comida quente e atendimento médico".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos