Simpatizantes de Sanders protestam no início do discurso de Hillary

Filadélfia (EUA), 28 jul (EFE).- Simpatizantes do senador Bernie Sanders protestaram nesta quinta-feira no início do discurso com o qual Hillary Clinton aceitou oficialmente a candidatura presidencial democrata na convenção do partido na Filadélfia.

Das arquibancadas superiores do ginásio Wells Fargo Center se escutaram gritos para tentar interromper o discurso da candidata, que foram respondidos com os cantos de "Hillary, Hillary".

Os simpatizantes de Sanders estão presenciando o discurso de vestidos com camisetas amarelas fluorescentes.

Sanders, senador por Vermont, concorreu com Hillary pela candidatura presidencial democrata durante um duro e longo processo de primárias.

Na segunda-feira, em seu discurso perante a convenção, Sanders pediu a seus eleitores que apoiem Hillary, sobre quem disse que "deve" ser a próxima presidente dos EUA porque o país não pode permitir que o candidato republicano, Donald Trump, chegue à Casa Branca.

Na indicação oficial de Hillary como candidata, Sanders cedeu seus delegados para que a ex-secretária de Estado fosse eleita por aclamação, mas seus eleitores seguiram realizando protestos no Wells Fargo e pelas ruas da Filadélfia.

Hoje alguns delegados da Califórnia favoráveis a Sanders modificaram os cartazes com o nome de "Hillary" para pôr em seu lugar a palavra "Liar" ("Mentirosa"), em alusão à ex-secretária de Estado.

Segundo sua campanha, Sanders pediu a seus simpatizantes que sejam respeitosos durante o discurso de Hillary, da mesma forma que fez a equipe da ex-secretária de Estado com seus eleitores durante o discurso da segunda-feira passada do senador.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos