Bombardeio sobre cidade do norte da Síria deixa 15 civis mortos

Cairo, 29 jul (EFE).- Pelo menos 15 civis, entre eles oito crianças, morreram nesta sexta-feira e um número indeterminado ficou ferido por causa de bombardeios efetuados contra a cidade de Al Atareb, controlada pela oposição e situada no oeste da província de Aleppo, na Síria.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que entre os feridos também há menores de idade e que muitos casos são graves, razão pela qual não descartou que aumente o número final de vítimas mortais.

Os aviões, cuja origem não identificou, embora a região tenha sido bombardeada antes pela aviação da Síria e da Rússia, realizaram três incursões aéreas na rua principal e no centro da cidade.

O Observatório qualificou o ataque de "novo massacre".

Este ataque aéreo coincide com o início de uma suposta operação humanitária da Rússia na cidade de Aleppo, capital da província homônima, que foi posta em dúvida pelos Estados Unidos e pela ONU.

Tanto as autoridades russas como as sírias informaram ontem da abertura de quatro corredores humanitários para que os civis e os rebeldes moderados deixem a cidade.

Na última semana, quatro hospitais de campanha da província de Aleppo, um deles em Al Atareb, suspenderam seus serviços devido aos ataques aéreos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos