Polícia identifica dupla de agentes baleada na Califórnia

San Diego (EUA.), 29 jul (EFE).- O Departamento de Polícia de San Diego (SDPD) identificou nesta sexta-feira os dois policiais que foram baleados na noite de ontem enquanto tentavam parar um veículo no sul da cidade.

Os dois agentes foram transferidos imediatamente ao hospital, onde um deles morreu pouco depois devido aos múltiplos ferimentos de bala que recebeu na parte superior do tronco.

A chefe de polícia, Shelley Zimmerman, identificou o agente morto como Jonathan "JD" DeGuzman, oficial há 16 anos e que deixou a esposa e dois filhos pequenos.

O outro policial, identificado como Wade Irwin e que faz parte da corporação há nove anos, também ficou ferido no tronco, mas foi submetido a uma cirurgia e "espera-se que sobreviva" ao ataque.

O incidente aconteceu na noite de quinta-feira, quando dois policiais pararam um veículo e imediatamente depois pediram reforços, que ao chegarem ao local encontraram ambos feridos.

"Nossos dois policiais uniformizados tentaram deter um indivíduo. Nossa investigação determinará com certeza a natureza e as circunstâncias que envolvem esta detenção", informou Zimmerman em entrevista coletiva em que indicou que até o momento não se pôde determinar se a detenção foi a bordo de um veículo ou na rua.

As autoridades detiveram uma pessoa, que segundo a polícia é um homem hispânico - cujo nome não foi revelado - localizado perto do lugar do tiroteio e levado ao hospital com um ferimento de bala.

Até a tarde desta sexta-feira a polícia mantinha cercada uma residência onde acredita que possa estar um segundo suspeito deste ataque.

Zimmerman, visivelmente comovida, disse conhecer bem o oficial DeGuzman, com quem trabalhou pessoalmente quando era tenente da divisão de MidCity.

"Ele vinha trabalhar todos os dias para garantir que fazia um impacto positivo nas vidas de nossa comunidade e ontem à noite perdeu sua vida tentando fazer uma diferença positiva e protegendo a nossa comunidade", manifestou.

A chefe afirmou que os incidentes foram registrados pelas câmeras que os agentes usavam em seus uniformes e cujas imagens fazem parte da investigação.

O prefeito de San Diego, Kevin Faulconer, que estava fora da cidade com a família no momento do fato, emitiu um comunicado no qual lamentou o ataque contra os dois policiais.

"A violência contra nossos homens e mulheres que usam uniforme é violência contra todos nós. Peço a todos os cidadãos e a todas as pessoas neste país que fiquemos unidos para apoiar nossos oficiais, que valentemente protegem nossas comunidades", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos