Autor de ataque a igreja da Normandia ameaçou em vídeo destruir a França

No Cairo

  • Reprodução/Twitter

    Abdel Malik Petitjean (à dir.), um dos autores do atentado na igreja francesa

    Abdel Malik Petitjean (à dir.), um dos autores do atentado na igreja francesa

Um dos jihadistas que atacou a igreja de Normandia na última terça-feira tinha ameaçado em um vídeo "destruir a França" e encorajou aos muçulmanos a atacar os países da coalizão contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Em uma breve gravação divulgada nas últimas horas pela agência "Amaq", vinculada ao EI, Abdel Malik Petitjean se dirige em francês ao presidente da França, François Hollande, e ao primeiro-ministro, Manuel Valls.

"O tempo mudou. Você vai sofrer o que sofrem nossos irmãos. Vamos destruir o seu país. Vamos levantar a bandeira da religião e a palavra de Alá", assegura.

Suas palavras são, além disso, uma chamada para outros potenciais jihadistas para que sigam seu exemplo com o objetivo de conseguir "a vitória do islã".

"Dirijo uma mensagem para todos os irmãos muçulmanos: ataquem seus países, ataquem os aliados da coalizão", afirmou Petitjean, justificando estas ações pelos bombardeios da aliança internacional contra o EI na Síria e no Iraque.

O jihadista, que intercala algumas frases em árabe, pede aos muçulmanos que despertem, não escutem "ao diabo" e abram os olhos à realidade dos bombardeios, ao mesmo tempo insistindo que praticar ataques é fácil.

"Temos tudo o que é preciso. Sai com uma faca, é tudo o que é necessário para ataca-los, matá-los em massa", acrescenta.

"Padre morto na França fez meu casamento e batizou meu filho", diz fiel

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos