Amigo dos terroristas de Normandia foi preso na Suíça dias antes do atentado

Genebra, 30 jul (EFE).- Um menor de 17 anos, amigo de um dos dois jihadistas que decapitaram o padre de uma igreja da Normandia, no noroeste da França, foi detido em Genebra dias antes do atentado.

Fontes próximas à investigação confirmaram a prisão do jovem neste domingo à agência suíça de notícias "ATS". Segundo a agência, ele foi preso em Genebra ao tentar viajar para a Síria.

Ele já tinha tentado ir à Síria com Adel Kermiche, um dos dois jihadistas que cometeram o atentado, em 2015. O jovem foi entregue às autoridades da França, acusado de "associação criminosa com relação a um ato terrorista" e preso provisoriamente.

As fontes consultadas pela "ATS" informaram, no entanto, que "nada mostra que o detido tivesse envolvimento direto com o atentado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos