Presidente pede que colombianos digam "sim" para a paz em plebiscito

Bogotá, 29 jul (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, convidou nesta sexta-feira aos cidadãos a dizer "sim" para a paz no plebiscito que espera convocar assim que houver a assinatura de acordo com as Farc para acabar com mais de cinco décadas de conflito.

"Vamos dizer sim para a paz, porque é o que precisamos", declarou Santos, em Cali, onde liderou uma nova jornada da "Pedagogia de Paz" para explicar os acordos alcançados até agora nas negociações com as Farc, em Cuba.

O governo de Juan Santos e o grupo guerrilheiro Farc mantêm há quase quatro anos diálogos de paz em Havana que esperam concluir em breve com a assinatura de um acordo que acabe com mais de 50 anos de conflito armado.

O presidente colombiano anunciou que os acordos serão referendados em um plebiscito pelos colombianos.

"Vamos ter a votação mais importante de nossas vidas. A votação mais importante de nossas vidas, porque vamos determinar como irá viver as próximas gerações. Se queremos, como querem alguns, manter a guerra, ou se queremos, como a maioria, terminar com a guerra e dizer sim para a paz", afirmou.

Juan Santos afirmou, além disso, que o fim da guerra permitirá "investir muito mais em uma boa educação, em colégios, em infraestrutura, e melhores salários para os professores".

O presidente também afirmou que permitirá "conseguir mais recursos para a saúde" e "chegar ao campo com mais investimentos e projetos produtivos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos