EUA se envolvem na luta contra o Estado Islâmico na Líbia

Trípoli, 1 ago (EFE).- O primeiro-ministro do governo de União Nacional líbio, Fayez al Serraj, afirmou que os EUA lançaram nesta segunda-feira seus primeiros ataques contra posições do braço líbio do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) na cidade de Sirte, no centro do país.

Em um discurso na televisão estatal, "Al Serraj" precisou que os ataques dos EUA causaram "severas perdas nas fileiras do EI depois que o Conselho Presidencial do governo pediu um apoio direto dos EUA".

"Em resposta ao pedido de nossas forças, o Conselho Presidencial decidiu processar apoio direto dos EUA para guiar os ataques aéreos especificamente contra o Daesh (acrônimo em árabe do EI), disse Al Serraj.

O primeiro-ministro acrescentou que as forças do governo de União Nacional se uniram à aliança islamita e inclusive à aliança internacional na luta contra o EI.

A própria Sirte, transformada desde junho de 2015 no principal reduto dos jihadistas no Mediterrâneo, é palco há um mês de intensos combates entre as forças jihadistas assentadas ali desde junho de 2015 e milícias da aliança formada pelo governo de Unidade para libertá-la.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos