Homem ligado a terrorista de Nice é indiciado e preso na França

Paris, 1 ago (EFE).- A Justiça da França acusou formalmente e prendeu nesta segunda-feira um homem de 36 anos suspeito de ligação com Mohammed Lahouaiej Bouhlel, o terrorista que no dia 14 de julho causou a morte de 84 pessoas e deixou mais de 300 feridos após utilizar um caminhão para atropelar as pessoas que assistiam à queima de fogos no passeio marítimo de Nice, no sul do país.

Fontes judiciais informaram à Agência Efe que Hamdi Z., que aparecia em uma fotografia feita por Bouhlel em frente ao veículo utilizado poucos dias depois no atentado, foi acusado de formação de quadrilha com fins terroristas e criminosos.

Os veículos de imprensa franceses acrescentaram que o suspeito estava em contato com o terrorista há pelo menos um ano.

Bouhlel atropelou uma multidão que assistia à queima de fogos de artifício durante o feriado nacional da França no Passeio dos Ingleses em Nice, e a investigação pretende determinar se o novo acusado cooperou com a logística do ataque.

Hamdi Z. foi detido no dia 25 de julho pela Polícia Judiciária de Nice e se soma às outras cinco pessoas já indiciadas no caso, suspeitas de terem ajudado ou exercido influência sobre o assassino em diversos graus na preparação de seu ataque, no qual Bouhlel acabou sendo abatido pelas forças da ordem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos