Presidente taiuanesa pede perdão a aborígines por 400 anos de discriminação

Taipé, 1 ago (EFE).- A presidente taiuanesa, Tsai Ing-wen, apresentou nesta segunda-feira suas desculpas aos aborígines dos povos que habitavam a ilha antes da chegada dos emigrantes chineses "por causa da discriminação sofrida nos últimos 400 anos", em um ato de boa vontade para melhorar o clima social.

"Pela dor e injusto tratamento sofrido por todos vocês nos últimos 400 anos, peço desculpas em nome do governo", disse Tsai em cerimônia oficial por causa do Dia dos Povos Indígenas.

A presidente ressaltou a importância de todos os taiuaneses estarem conscientes das injustiças sofridas pelos aborígines e da necessidade de que se estabeleçam as condições para um seu desenvolvimento integral em cultura, economia e bem-estar.

"Inclusive hoje em dia há gente que pensa que não se precisa de uma desculpa, mas essa é a razão principal pela qual preciso apresentar estas desculpas em nome do governo", afirmou Tsai.

A presidente taiuanesa anunciou o estabelecimento de uma "comissão para a justiça histórica e transicional" dependente do Escritório Presidencial, que manterá contatos com representantes aborígines para que assim "sejam ouvidas suas vozes".

O governo adotará uma lei fundamental em favor dos povos nativos para reativar sua memória histórica e prestar maior atenção a seu desenvolvimento cultural e econômico, e criará um centro para resolver disputas entre as leis tradicionais e o ordenamento jurídico do território.

A desculpa aos povos aborígines taiuaneses, que somam mais de meio milhão de pessoas em uma ilha de 23 milhões de habitantes, foi uma das promessas de Tsai na campanha às eleições presidenciais do começo deste ano.

Em nome das 16 tribos de Taiwan, um aborígine de cerca de 80 anos do povo Yami aceitou um texto escrito da desculpa presidencial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos