Drone americano erra alvo e mata 3 crianças no Iêmen

Sana, 2 ago (EFE).- Pelo menos três crianças morreram e seus pais ficaram feridos em um ataque aéreo realizado nesta terça-feira por um avião não-tripulado americano que errou o alvo na região de Al Uadiaa, no sul do Iêmen, informaram testemunhas à Agência Efe.

O bombardeio destruiu a casa da família, localizada na aldeia de Al Shemil, no distrito de Al Uadiaa, no sul do país e berço do presidente iemenita, Abdo Rabbo Mansour Hadi. O casal foi levado ao hospital da cidade de Zinjibar, capital da província de Abyan.

Segundo as testemunhas, o ataque fez parte de outros lançados simultaneamente contra posições da organização terrorista Al Qaeda nessa região. Este tipo de operação antiterrorista com drone foi realizada tradicionalmente pelos Estados Unidos, mas desde o início do ano, a Arábia Saudita começou também a lançar ataques com aviões não-tripulados contra supostos membros da Al Qaeda no Iêmen.

A organização jihadista aproveitou a deterioração da segurança devido ao atual conflito iemenita para se expandir em áreas do sul do país, que foram recuperadas nos últimos meses pelas forças leais a Hadi, após expulsar aos rebeldes houthis.

Al Qaeda no Iêmen é considerada pelo governo americano como uma das ramificações mais perigosas e ativas da rede terrorista internacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos