Leis sobre navegação na Hidrovia Paraguai-Paraná serão debatidas em Assunção

Assunção, 2 ago (EFE).- Cerca de 250 empresas de países da Europa, Ásia e América se reunirão nos dias 19, 20 e 21 de outubro em Assunção, na feira internacional do setor logístico, portuário e de navegação Navegistic, que debaterá a necessidade de se estabelecer uma legislação regional sobre a navegação na hidrovia Paraguai-Paraná.

Apresentado nesta terça-feira em Assunção, o evento tentará definir regras comuns para os cinco países envolvidos na hidrovia (Argentina, Brasil, Bolívia, Paraguai e Uruguai) sobre aspectos relaçionados com a dragagem ou o tamanho dos comboios, disse à Agência Efe o diretor da Navegistic, David Semeghini.

O representante do evento ressaltou que a ausência de normas gerais sobre o tráfego nos rios da região gera problemas que não acontecem em bacias fluviais da Europa, dos EUA ou da Ásia, onde estão essas regulações presentes.

Com esse pensamento, o dirigente da feira disse que durante a Navegistic será organizada uma mesa com o objetivo de formular uma legislação que estabeleça padrões nas dimensões das embarcações que transitam pela hidrovia. Outros temas serão a dragagem do leito dos rios, a utilização dos portos e as previsões sobre o transporte fluvial de grãos.

A edição em Assunção será a quinta da Navegistic e contará com a presença de 250 empresas privadas e públicas de países como França, Japão, EUA, Chile, Holanda, Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, com a colaboração do Ministério de Indústria e Comércio e a Rede de Investidores e Exportadores do país.

A hidrovia Paraguai-Paraná é a maior artéria de comunicação e transporte fluvial entre Argentina, Brasil, Uruguai, Bolívia e Paraguai, e permite a estas duas últimas nações, que não têm saída ao mar, uma via de acesso ao Oceano Atlântico, por onde podem comercializar produtos.

O circuito começa no Porto de Cáceres, no Brasil, percorre uma extensão de 3.442 quilômetros até o Porto de Nova Palmira, no Uruguai.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos