Obama reitera que Trump "não está capacitado" para ser presidente dos EUA

Washington, 2 ago (EFE).- O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou nesta terça-feira que o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, "não está capacitado" para o cargo e que prova isso com comentários como os feitos sobre os pais muçulmanos de um soldado americano morto no Iraque.

Além disso, Obama questionou o apoio dos líderes republicanos ao magnata se consideram que muitos de seus comentários são "inaceitáveis". As declarações foram concedidas durante uma entrevista coletiva ao lado do primeiro-ministro de Cingapura, Lee Hsien Loong, na Casa Branca.

"Se rejeitam repetidamente o que ele (Trump) diz, por que ainda o apoiam?", questionou Obama, em referência aos líderes republicanos no Congresso, Paul Ryan e Mitch McConnell."É preciso chegar a um ponto em que digam chega", continuou o presidente.

Além disso, Obama disse que pode ter suas diferenças no passado com outros candidatos republicanos à Casa Branca, como Mitt Romney e John McCain, mas em nenhum momento pensou que eles não fossem capacitados para exercer a presidência.

Trump recebeu críticas de grande parte da cúpula de seu partido e de famílias de militares ao confrontar os pais - imigrantes e muçulmanos - de um soldado americano morto no Iraque que discursaram na Convenção Democrata, na semana passada.

Khizr e Ghazala Khan, muçulmanos de origem paquistanesa, foram a sensação da Convenção Democrata pela forte crítica às propostas contra imigrantes e muçulmanos de Trump, algo que repetiram nos dias seguintes nos principais meios de comunicação dos EUA.

Em uma entrevista à emissora "ABC", Trump disse que o pai do militar se engana ao afirmar que ele não se sacrificou se comparado ao jovem morto no Iraque. Para o magnata, isso não é verdade, pois ele trabalhou "muito duro" e criou "milhares de empregos" nos EUA.

Nesta segunda-feira, em discurso em Atlanta, Obama afirmou que as famílias dos soldados mortos em conflitos "representam o melhor" dos Estados Unidos, referindo-se às críticas de Trump à família Khan. EFE

mb/rop/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos