Autoridades francesas seguem investigação sobre incêndio que matou 13 em bar

Paris, 6 ago (EFE).- As autoridades da França prosseguem neste sábado a investigação para apurar as circunstâncias que provocaram um incêndio em um bar de Rouen, no noroeste do país, que terminou com 13 mortos e seis feridos.

O local está isolado e polícia procura por provas para confirmar a origem acidental do incêndio.

Segundo os primeiras informações divulgadas pelas autoridades, o incêndio teve início no porão do bar "Cuba Libre", situado no centro da cidade, que tinha sido alugado por um grupo de jovens de entre 18 a 25 anos para a realização de um aniversário.

Por volta da meia-noite, um dos presentes saiu para buscar o bolo de aniversário com as velas acesas.

Segundo diversos testemunhos, ao descer a escada ele tropeçou, deixou a vela cair no carpete e acabou provocando o incêndio.

As chamas se propagaram de forma rápida e provocaram as mortes que aconteceram em sua maioria por asfixia.

O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, afirmou que 50 bombeiros se deslocaram ao local para apagar o fogo, trabalho que durou cerca de 30 minutos.

Acrescentou em comunicado que abriu uma investigação judicial "para determinar as causas do incêndio", o mais mortífero na França desde 2005.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, enviou uma mensagem de condolências aos familiares das vítimas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos