Combates entre rebeldes e tropas iemenitas deixam pelo menos 30 mortos

Sana, 6 ago (EFE).- Mais de 30 pessoas morreram neste sábado em violentos combates entre os rebeldes houthis e as forças leais ao presidente iemenita, Abdo Rabbo Mansour Hadi, no distrito de Naham, aos arredores da capital, Sana, informaram à Agência Efe fontes militares.

As fontes detalharam que pelo menos 12 soldados do Exército oficial e mais de 18 houthis morreram nos enfrentamentos que ocorreram durante a madrugada e que continuaram durante o dia todo, e nos quais as forças governamentais estão avançando.

O centro de informação do Exército anunciou hoje em comunicado que as tropas, apoiadas pela milícia Resistência Popular, arrebataram dos houthis o povoado de Melh, em Naham, situado a 60 quilômetros ao nordeste de Sana.

As forças leais a Hadi tomaram o controle também da montanha de Al Manara, próxima ao povoado de Al Madid, centro de Naham, segundo o comunicado.

Além disso, a aviação da coalizão militar liderada pela Arábia Saudita lançou vários ataques contra os houthis nas localidades de Al Maqataa, Mahali e Al Aqran, no distrito de Naham.

O Exército fez uma chamada aos residentes dos arredores de Sana a que se afastem das sedes, concentrações e posições dos houthis perante a ofensiva que os rebeldes realizam.

Testemunhas disseram à Agência Efe que centenas de famílias deixaram suas casas em Naham ao longo das semanas passadas, fugindo dos combates e dos bombardeios da coalizão.

Por outro lado, os rebeldes houthis e seus aliados anunciaram hoje a formação de um conselho político para administrar o país, de forma paralela ao governo reconhecido internacionalmente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos