Rebeldes iemenitas formam novo conselho político para governar o país

Sana, 6 ago (EFE).- Os rebeldes houthis e o partido do ex-presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, formaram neste sábado um conselho conjunto para dirigir o país, em desafio ao Executivo reconhecido internacionalmente do líder Abdo Rabu Mansour Hadi.

Em cerimônia realizada em um hotel do centro da capital, Sana, os dois grupos rebeldes anunciaram os nomes dos membros do denominado Conselho Político Supremo, que é integrado em partes iguais por ambos movimentos.

Os houthis e o Partido do Congresso Popular Geral se revesarão periodicamente na presidência e vice-presidência, cargos que serão designados em reunião que está prevista que aconteça hoje mesmo.

O anúncio foi feito em meio a fortes medidas de segurança por medo de que os reunidos pudessem ser alvo dos bombardeios da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita, que intervém no Iêmen contra os rebeldes.

O Conselho Político Supremo substituirá a Comissão Revolucionária Suprema, órgão executivo dos houthis que governa o Iêmen desde que estes assumiram o controle de Sana em setembro de 2014.

A formação do novo conselho é o resultado de um acordo assinado pelos houthis e seus aliados em 28 de julho em Sana.

Entre os membros mais destacados figuram o presidente do conselho político dos houthis, Saleh al Samad, e o responsável de segurança do movimento, Yousef al Fichi.

Além disso, figura o vice-presidente do Partido de Saleh, o xeque Sadeq Amin Abu Ras e um membro da comissão central do partido, Khaled al Dini.

O objetivo do Conselho é o de "proteger o interesse nacional nos aspectos militares, políticos, de segurança e econômicos", assim como "manter a união da pátria e a integridade de seu território".

Outro fim é o de "unificar os esforços para enfrentar a agressão saudita e governar o país", segundo o acordo alcançando pelos rebeldes.

A ONU, que tenta mediar entre os rebeldes e o governo iemenita para pôr fim ao conflito armado no Iêmen, condenou anteriormente a criação desta nova organização.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos