Atentando com carro-bomba mata 10 militares no sul do Iêmen

Sana, 7 ago (EFE).- Pelo menos dez militares morreram neste domingo em um ataque suicida realizado com um carro-bomba perto de um agrupamento das forças leais ao presidente do Iêmen, Abdo Rabbo Mansour Hadi, na região de Yafa, no sul do país.

Uma fonte de segurança informou à Agência Efe que o veículo explodiu junto a uma reunião de um grupo especial das forças leais a Hadi que está participando de uma campanha contra os terroristas da Al Qaeda na Península Arábica em Yafa, na província de Lahech.

A explosão também deixou feridos, cujo número não foi informado pela fonte.

Ainda se desconhece que grupo está por trás do ataque, mas em Lahech ainda há presença da organização terrorista Al Qaeda, que chegou a controlar a província antes que o exército a recuperasse em meados de abril deste ano.

Os extremistas aproveitaram o vazio de poder resultante do atual conflito entre o governo de Hadi e os rebeldes houthis para expandir-se nas áreas do sul do país.

Lahech, Áden e Al Dalea fazem parte do que foi o Iêmen do Sul - unido ao Iêmen do Norte desde 1990 - e apoiam o presidente Hadi, que procede dessa região meridional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos