Bombardeio da coalizão árabe deixa pelo menos 12 civis mortos no Iêmen

Sana, 7 ago (EFE).- Pelo menos 12 civis morreram e dezenas ficaram feridos neste domingo em um ataque da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita contra um mercado popular no nordeste da província de Sana, informaram à Agência Efe fontes tribais.

O bombardeio destruiu várias lojas e uma casa próxima ao mercado, situado na região de Al Madid, em Naham, cerca de 60 quilômetros ao nordeste de Sana, capital da província homônima e do país.

Segundo as fontes, o número de vítimas poderia aumentar, uma vez que continuam os trabalhos de resgate.

Esta região está sob controle dos houthis, enquanto as forças leais ao presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi tentam recuperá-la em seus avanços rumo a Sana, controlada pelos rebeldes desde setembro de 2014.

A aviação da coalizão intensificou seus ataques contra posições dos houthis em Naham nas últimas semanas.

Estes bombardeios acontecem um dia depois que o enviado especial da ONU para o Iêmen, Ismail Ould Sheikh Ahmed, anunciou o fim das negociações de paz entre o governo iemenita e os rebeldes no Kuwait, embora tenha assegurado que estas prosseguirão em outro lugar ainda não determinado.

Em entrevista coletiva, o mediador negou que as conversas do Kuwait, que começaram no final de abril, tenham sido um fracasso e garantiu que não se pediu a esse país que acolha a próxima rodada.

A aliança de exércitos árabes capitaneada por Riad lançou uma ofensiva militar no país vizinho contra os rebeldes houthis depois que estes expulsaram o presidente iemenita da cidade de Áden.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos