Jovem de 16 anos é presa na França como suspeita de planejar atentado

Paris, 8 ago (EFE).- A Justiça da França indiciou e encarcerou nesta segunda-feira uma menor de 16 anos que tinha anunciado através do aplicativo de mensagem Telegram sua intenção de cometer um atentado no país.

A jovem, segundo informaram à Agência Efe fontes judiciais, foi acusada de "associação criminosa de malfeitores com fins terroristas" e de "incitação à comissão de atos terroristas mediante um meio de comunicação digital".

Sua detenção aconteceu na quinta-feira passada no marco de uma operação antiterrorista efetuada em Melun, ao sudeste de Paris.

Os veículos de comunicação franceses explicaram que a menor, "muito radicalizada", era a administradora de um grupo nesse aplicativo de mensagem no qual divulgou mensagens de propaganda do Estado Islâmico (EI) e expressou sua vontade de passar à ação.

A adolescente não tem antecedentes judiciais e nas buscas que as forças da ordem efetuaram na casa da sua família não foram encontradas armas nem explosivos.

O Telegram foi também o aplicativo na qual se conheceram dois jihadistas de 19 anos que no último dia 26 de julho assassinaram um sacerdote quando este rezava uma missa na paróquia de Saint Étienne du Rouvray, próxima a Rouen, no noroeste francês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos