Nasce em Viena urso panda gigante fruto de copulação

Viena, 8 ago (EFE).- Um filhote de urso panda gigante nasceu no zoológico Schönbrunn de Viena, fruto da copulação natural dos ursos Yang Yang e Long Hui em 23 de março.

"Nas imagens da câmera da caixa de parto pudemos reconhecer que o jovem animal chegou ao mundo às 5h05 local (do domingo passado)", informou nesta segunda-feira em comunicado a diretora do citado zoológico, Dagmar Schratter.

Ao nascer, o panda bebê tinha um tamanho de dez centímetros e pesava cem gramas. Sua pele ainda não é a típica de sua espécie, pois é rosada e está coberta de pêlos brancos, indica a nota.

O zoológico de Viena, cuja origem data de 1452 e é considerado o mais antigo do mundo, está orgulhoso de ser o único da Europa a conseguir até agora um nascimento após uma inseminação natural de um filhote de panda gigante.

Trata-se, além disso, da quarta conquista, pois o bebê tem três irmãos que nasceram também em Viena e que hoje vivem na China: Fu Long (2007), Fu Hu (2010) e Fu Bao (2013).

"Yang Yang é uma mãe experiente e cuida muito atentamente de seus filhotes. No entanto, não se pode esquecer que a mortalidade dos pandas gigantes em seu primeiro ano de vida se situa em torno de 40%", advertiu Schratter.

Devido a essa fragilidade, por enquanto os visitantes não podem ver diretamente o novo ursinho, salvo mediante vídeos e fotos.

Para garantir tranquilidade à mãe e ao pequeno, a "Casa dos Pandas" será mantida fechada ao público nos próximos meses, quando o lugar principal de vida de ambos será a caixa de parto.

"Nós apostamos por uma criação natural e os cuidadores os vigiam durante as 24 horas do dia através da câmera", precisou a diretora.

Schratter explicou que o animal é tão pequeno, e como sua mãe cobre-o para esquentá-lo de forma intensiva, até agora os analistas não puderam ver de que sexo é.

Enquanto a mãe está ocupada o dia todo dando de mamar, limpando e aquecendo seu filhote, a vida do papai, Long Hui, continua sendo a de sempre pois da mesma forma que na natureza selvagem os machos não participam do cuidado de seus filhos.

Por essa razão, está em um lugar separado deles.

O zoológico lembra na nota que os pandas gigantes são considerados uma espécie em risco de extinção, e calcula-se que hoje só há 1.864 animais na natureza selvagem, que vivem no sudoeste da China.

Na maioria de zoológicos e outros lugares de criação, os pandas gigantes costumam se reproduzir mediante inseminação artificial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos