Turquia detém cidadã dos EUA na fronteira síria, segundo imprensa

Istambul, 8 ago (EFE).- Uma cidadã americana foi presa preventivamente na Turquia após ser detida na provícina meridional de Hatay sob a acusação de entrar ilegalmente no país desde a Síria, afirma nesta segunda-feira o jornal turco "Sabah".

Segundo o jornal, a mulher tinha sido ferida na Síria e foi procurada na sexta-feira mediante um desdobramento de cinco aviões não-tripulados americanos, dois aviões militares e um de transporte, enviados desde a base aérea de Incirlik perto de Adana, que fica a 100 quilômetros de distância.

Dois helicópteros turcos que patrulharam a fronteira de Hatay, a mais ocidental das províncias turcas que confinam com a Síria, se somaram ao dispositivo.

Mas a operação não teve sucesso e a mulher foi achada durante a noite de sexta-feira na mesma fronteira por uma patrulha militar turca e levada a uma delegacia local, acrescenta Sabah.

O jornal assegura que tratava-se de uma "agente americana", mas o governador de Hatay, Ercan Topaca, disse ontem à agência "Anadolu" que é uma "jornalista americana, capturada ao tentar atravessar a fronteira ilegalmente".

"Foi levada perante o juiz que determinou sua prisão preventiva. Continua o julgamento. Por enquanto não sabemos se é ou não é uma espiã", disse Topaca, que identificou a mulher como "Snell Lindsteyer", residente legalmente na Turquia.

No entanto, uma fonte diplomática americana consultada pela Agência Efe em conversa telefônica disse que o nome citado na imprensa turca não corresponde à identidade real da mulher e que poderia ter sido apontado "de ouvido", trocando-o substancialmente.

A fonte recusou dar mais detalhes após se limitar a confirmar que efetivamente há uma cidadã americana na zona, e advertiu que grande parte dos detalhes surgidos na imprensa turca "não estão baseados na realidade".

"O que podemos dizer é que trata-se de uma cidadã america, que não tem absolutamente qualquer relação com o governo americano", indicou.

A fonte disse que a mulher recebe assistência do consulado em Adana, responsável pela região, e que "está na Turquia", mas não quis precisar se está detida ou não.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos