Trump não gasta nada com anúncios de TV enquanto Hillary desembolsa milhões

Washington, 9 ago (EFE).- Após o final das eleições primárias nos Estados Unidos no último mês de junho, a campanha do candidato republicano, Donald Trump, não gastou nem um centavo em anúncios televisivos, informou nesta terça-feira a emissora "NBC News".

Por outro lado, a campanha da candidata democrata, Hillary Clinton, desembolsou US$ 52 milhões nesses anúncios, a maioria transmitidos em estados que provavelmente serão decisivos nas eleições de novembro, segundo os dados recopilados pela empresa de análise Advertising Analytics.

A austeridade do multimilionário chama a atenção, dada sua impopularidade nas pesquisas, nas quais Hillary leva uma folgada vantagem, e sua forte arrecadação de fundos e doações em julho, que alcançou US$ 80 milhões.

O magnata imobiliário também se vê superado em despesas de publicidade pelos candidatos do Partido Libertário, Gary Johnson, e do Partido Verde, Jill Stein, que empregaram nesses anúncios US$ 15 mil e US$ 189 mil, respectivamente.

Se for levado em conta o apoio dos chamados "SuperPAC" (grupos de ação política), a despesa de Trump em anúncios de televisão chega a US$ 8,2 milhões, número muito inferior aos US$ 91,1 milhões que totaliza a ex-secretária de Estado.

A campanha do multimilionário nova-iorquino publicou vários anúncios, retransmitidos nas redes sociais, até o momento.

Segundo informou nesta segunda-feira a revista "National Journal", a campanha de Trump pediu tarifas de anúncios televisivos em 17 estados dos EUA, um primeiro passo que poderia acarretar em uma maior presença de sua propaganda eleitoral nas telas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos