Venezuela e Colômbia criam plano para combate ao contrabando na fronteira

Caracas, 9 ago (EFE).- O governador do estado venezuelano de Táchira, José Gregorio Vielma Mora, informou nesta terça-feira que autoridades de seu país e da Colômbia chegaram a um acordo sobre um plano único para o combate ao contrabando na fronteira que compartilham ambas nações, fechada há um ano.

"Formaram incríveis comissões com conhecimento da área de operações com um plano único para definir estratégias políticas e táticas para, sobretudo, combater o contrabando", disse Vielma Mora em declarações transmitidas pelo canal estatal "VTV" a partir de San Antonio do Táchira.

O governador explicou que o plano contempla todos os delitos que acontecem regularmente na fronteira, dentre os quais destacou a extorsão, o suborno, a prostituição, o tráfico humano e a atividade de assassinos de aluguel.

Vielma Mora afirmou que o contrabando na fronteira "alimenta" o narcotráfico, e que, por isso, considerou fundamental a troca de informações sobre o tema para encontrar os responsáveis e destruí-los.

Por sua vez, o governador do estado colombiano de Norte de Santander, William Villamizar, afirmou que espera uma rápida reabertura da fronteira "com condições de segurança, de controle do contrabando e com harmonia nas migrações e a possibilidade de relações comerciais estáveis".

Villamizar destacou que as conversas mantidas através dos grupos estabelecidos pelos governos de Colômbia e Venezuela "conduzem ao sonho de toda uma região, que quer que a fronteira não seja uma linha de divisão, mas um ponto de união entre duas nações irmãs".

Também estiveram presentes o o embaixador da Venezuela na Colômbia, Ivan Rincón Urdaneta; o diretor Antinarcótico da Polícia da Colômbia, José Mendoza; o diretor da Polícia Fiscal Aduaneira da Colômbia, Gustavo Alberto Moreno Maldonado, e representantes de chancelaria, alfândegas e procuradoria de ambos países.

Antes, comissões das equipes de segurança e defesa da Venezuela e da Colômbia ativaram um centro binacional contra o crime organizado transnacional para a fronteira, fechada por decisão do presidente venezuelano Nicolás Maduro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos